sobre o IFM

O Itaú Fundo Multipatrocinado (IFM), é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar – EFPC, que atualmente administra 37 planos de previdência com patrimônio de R$ 3,3 bilhões.

a entidade

O Itaú Fundo Multipatrocinado (IFM) é uma entidade fechada de previdência complementar, sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de direito privado, constituída em conformidade com a Lei Complementar nº. 109, de 29 de maio de 2001, autorizada a funcionar por prazo indeterminado pela portaria nº. 1.676, de seis de dezembro de 1994, do Ministério da Previdência Social – MPS, com autonomia administrativa, patrimonial e financeira de caráter não econômico e sem fins lucrativos, em conformidade com as normas do Conselho Nacional da Previdência Complementar – CNPC, da Secretária de Políticas de Previdência Complementar – SPPC e da Superintendência Nacional de Previdencial Complementar – PREVIC.

A Entidade tem como objetivo principal instituir, administrar e executar planos privados de benefícios de natureza previdenciária, podendo ainda criar e manter outros planos de benefícios expressamente autorizados por lei ou pelo órgão governamental.

missão

Administrar com excelência os Investimentos dos planos de previdência complementar Multipatrocinados com transparência e sustentabilidade, bem como o pagamento de benefícios de forma responsável, atuando em conjunto com as patrocinadoras, para oferecer tranquilidade aos participantes em sua aposentadoria.

governança

A governança corporativa tem o papel fundamental de garantir os interesses dos beneficiários, e é a chave para alcançarmos o crescimento sustentável de longo prazo. O Itaú Fundo Multipatrocinado respeita regras de governança recomendadas pela Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (ABRAPP) e o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), possui Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal. Todos os requisitos e premissas básicas para os candidatos encontram-se descritos no estatuto da entidade.

todo nosso trabalho é dedicado a oferecer tranquilidade em sua aposentadoria.

Gestão de riscos

Somos uma Entidade que respeita as melhores práticas de governança, atuando de forma transparente e responsável.

Perenidade

Utilizar os princípios de boas práticas, sempre preservando os direitos dos participantes.

Satisfação da Patrocinadora

Proporcionar soluções alinhadas às necessidades e expectativas dos participantes e seus beneficiários.

Transparência

Disponibilizamos todas as informações necessárias com clareza e tempestividade, com foco de sempre manter nossas patrocinadoras e participantes atualizados.

nossa visão

ser referência na administração de planos de previdência complementar Multipatrocinados, tendo como pilares as melhores práticas de governança corporativa, ética e sustentabilidade.

estrutura organizacional

A estrutura atual da IFM atende as exigências legais e está definida no Estatuto da entidade. Nossa governança corporativa utiliza as melhores práticas de mercado, e garante que as aprovações importantes e decisões relacionadas aos investimentos e à gestão da Entidade como um todo, sejam analisadas em diversas instâncias.

Conselho Deliberativo

O Conselho Deliberativo é o órgão máximo de controle, deliberação e superior orientação da entidade, cabendo-lhe precipuamente fixar os objetivos e as políticas previdenciárias, estabelecer as diretrizes fundamentais e as normas de organização, operação e administração da entidade.

Conselho Fiscal

O Conselho Fiscal é o órgão de controle e monitoramento das contas da Entidade, cabendo-lhe zelar pela gestão econômico-financeira, em sintonia com as regras fixadas pelo Conselho Deliberativo, em relação aos propósitos, objetivos e metas fixados.

Diretoria Executiva

A Diretoria Executiva é o órgão de administração geral da entidade, à qual compete executar as diretrizes fundamentais e cumprir às normas gerais de administração traçadas pelo Conselho Deliberativo, dentro dos objetivos por ele estabelecidos.

 

Nessa estrutura mantemos diretores com responsabilidades diferentes, visando a diversificação nas análises e um sistema decisório com maior assertividade.

 

  • Diretor Superintendente: Responsável em intermediar as aprovações, bem como conduzir as análises com maior complexidade.
  • Diretor de Investimentos: Responsável pelas atividades de relacionamento com a Asset Management e monitoramento dos Investimentos
  • Diretor de Benefícios: Responsável pela Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro
  • Diretor Administrativo: Responsável pelas atividades financeiras e administrativas da Entidade

Relacionamento

Realiza intermédio entre as patrocinadoras e a entidade em assuntos relacionados à gestão dos planos

Governança

Responsável pelo controle e qualidade da Entidade, bem como o desenvolvimento das atividades ligadas a Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Deliberativo.